Marcadores

Pesquisar na internet

sexta-feira, 29 de junho de 2018

Aberto a Inscrição do 2° Evento "Revisão de Currículo" com Rodger do Grupo de Empregos - GEBE

País perdeu 204 mil postos de trabalho no trimestre encerrado em maio, diz IBGE

O Brasil perdeu 204 mil postos de trabalho em apenas um trimestre, ao mesmo tempo em que mais 115 mil pessoas migraram para o contingente de desempregados. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados nesta sexta-feira, 29, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
A taxa de desemprego passou de 12,6% em fevereiro para 12,7% em maio. O resultado só não foi mais elevado porque outros 475 mil indivíduos aderiram à população inativa no período. A população inativa alcançou o patamar recorde de 65,413 milhões de pessoas no trimestre encerrado em maio, dentro da série histórica da pesquisa, iniciada em 2012.
No trimestre até maio, o mercado de trabalho perdeu 351 mil vagas com carteira assinada no setor privado, em relação ao trimestre terminado em fevereiro, descendo ao menor patamar da série histórica.
O contingente de trabalhadores sem carteira assinada no setor privado aumentou em 307 mil pessoas, e outros 193 mil indivíduos deixaram o trabalho por conta própria. O setor público teve aumento de 290 mil postos de trabalho em apenas um trimestre. O emprego como trabalhador doméstico diminuiu em 155 mil pessoas.
Estadão Conteúdo

Fonte: Jornal de Brasília

Concurso para diplomata abre vagas com salário de R$ 18 mil

Agência Brasil

Seleção cobiçada é famosa pela dificuldade: são três fases de provas objetivas e discursivas

É dada a largada para um dos concursos mais cobiçados do Brasil: para a carreira de diplomata. O Instituto Rio Branco (IRBr) divulgou edital para seleção de 26 candidatos para o cargo de Terceiro Secretário. Há reserva de vagas para pessoas com deficiência e negros.
O prazo para se inscrever no certame iniciará em 2 de julho e vai até 16 de julho, somente por este link. O valor da taxa de inscrição é de R$ 230 e deve ser pago até 2 de agosto.
Os interessados em concorrer ao cargo devem possuir diploma de graduação de nível superior, ter idade mínima de 18 anos e ser brasileiro nato, de acordo com a Constituição Federal. Os selecionados no concurso também passarão por curso de formação do instituto. A remuneração inicial bruta no Brasil é de R$ 18.059,83.
Cronograma
O concurso terá três fases. A primeira é de prova objetiva, com questões de Língua Portuguesa, Língua Inglesa, História do Brasil, História Mundial, Política Internacional, Geografia, Noções de Economia e Noções de Direito e Direito Internacional Público. Em seguida, será a fase de prova escrita de Língua Portuguesa e de Língua Inglesa.
Por último, os candidatos realizam provas escritas de História do Brasil, Geografia, Política Internacional, Noções de Economia, Noções de Direito e Direito Internacional Público, Língua Espanhola e Língua Francesa.
A prova objetiva está prevista para ser aplicada em 26 de agosto, nas capitais dos 26 estados e no Distrito Federal.
Serviço
Concurso: Instituto Rio Branco (IRBr)
Cargo: Terceiro Secretário da Carreira de Diplomata
Vagas: 26
Remuneração: R$ 18.059,83
Inscrições: entre 2 e 16 de julho
Taxa: R$ 230,00
Prova objetiva: 26 de agosto

Contato
Outras informações no site do Cespe. Ou ainda na Central de Atendimento ao Candidato do Cebraspe, de segunda a sexta, das 8h às 19h – Campus Universitário Darcy Ribeiro, Sede do Cebraspe – (61) 3448 0100.

Da Redação, com informações do Cespe

Fonte: Jornal de Brasília

Hospital particular abre vagas de emprego no DF

Rafael Neddermeyer/ Fotos Publicas

Rede oferece alimentação no local de trabalho, benefícios de Vale Alimentação, plano de saúde e plano odontológico.

A Rede D’Or São Luiz disponibiliza novas oportunidades de emprego, dessa vez para técnico de enfermagem na UTI Neonatal, no Hospital Santa Luzia (HSL).
Como pré-requisito, é exigido o curso de técnico de enfermagem completo, conhecimento do Pacote Office e ser ativo no COREN-DF. Experiência em UTI Neonatal/Pediátrica, Maternidade, Centro Obstétrico e/ou Emergência Infantil é um diferencial, além do desejo de trabalhar com crianças.
A instituição diz procurar candidatos com dinâmica, comunicativo, proativo, desenvoltura para falar em público e conhecimento técnico e científico.
A carga é de 180h mensais, com escalas de plantões 12×36 – o colaborar trabalhará 12h diárias e descansará por 36h consecutivas.
O salário é de R$ 1.400,00 com direito a alimentação no local, além de benefícios de Vale Alimentação, plano de saúde e odontológico.
Interessados podem encaminhar o currículo com o assunto “Técnico de Enfermagem – UTI Neonatal” até quarta-feira (4) para curriculosdf@hsl.com.br.
Fonte: Jornal de Brasília

Paranoá Parque não oferece estrutura para moradores

Foto: Kléber Lima/Jornal de Brasilia

Falta de transporte, hospital, escola e comércio estão entre queixas constatadas pela Codeplan.

Os residentes do Paranoá Parque vivem um impasse: ao mesmo tempo que estão satisfeitos com a moradia que conseguiram, reclamam da falta de serviços públicos na região. Isso é o que mostra a Pesquisa de Satisfação dos Beneficiários do Programa Minha Casa Minha Vida – Paranoá Parque, realizada pela Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) e divulgada nesta quinta-feira (28). Os mesmos moradores que avaliam a moradia atual com uma nota 6,5 – em uma escala que vai até 7 – dão nota 1,8 quando o quesito é facilidade em conseguir uma vaga numa escola próxima, por exemplo.
Segundo a professora Ana Maria Nogales, diretora de Estudos e Políticas Sociais da Codeplan, o resultado já era esperado, uma vez que, segundo ela, não foi prevista a instalação de serviços públicos na região. “Ainda há, por exemplo, falta de transporte, a gente vê ausência de creches, escolas… mas quando perguntam, as pessoas gostam do local”, afirma.
O levantamento revela que, quando os moradores comparam a residência anterior com a atual, 88% afirmam que a proximidade com serviços de comércio piorou. Quase 80% dizem que as paradas de ônibus e os postos de saúde estão mais longe.
Problema e solução
Elenildo da Silva, 41, se encaixa no perfil da pesquisa. Ele saiu de Santa Maria para morar no Paranoá Parque e se diz satisfeito com o local. “É melhor ficar pagando o que é da gente do que pagar aluguel e não ver mais o dinheiro.”, compara. No entanto, quando o assunto passa a ser o comércio da região, ele desanima: “Tudo que precisa tem de ir para o Paranoá, porque de comércio só tem umas vendinhas aqui, não tem mercado.”
O casal Aline Fernanda, 28, e Ângela Josina, 42, também reclama da falta de opções de compra. “Não tem uma farmácia”, lamenta Ângela. As críticas, no entanto, não param por aí: segundo elas, o policiamento não é bom. “A gente quase não vê polícia passando. Quando vem é depois da ocorrência. Aí não adianta”, criticam. O transporte também deixa a desejar, de acordo com Aline: “Não passa ônibus”.
Aline reclama da falta de opções de compra, como farmácias. / Foto: Kléber Lima/ Jornal de Brasília
Versão Oficial
O DFTrans informou que, a partir deste sábado, linhas que atendem ao Paranoá Parque terão o itinerário alterado. Já a Secretaria de Saúde informou que, no início do segundo semestre, entrará em funcionamento a Unidade Básica de Saúde nº 3. Sobre o comércio, a Administração do Paranoá disse que existe um empreendimento em andamento, chamado Shopping Paranoá, e a licitação de 27 quiosques está em fase de conclusão. As secretarias de Educação e de Segurança não emitiram posicionamento até o fechamento da reportagem.
Fonte: Jornal de Brasília

Instituto Nacional de Ciências da Saúde abre seleção com 105 vagas

Há oportunidades para profissionais de nível médio, técnico e superior


O Instituto Nacional de Ciências da Saúde (INCS) abriu um novo processo seletivo para profissionais de nível médio, técnico e superior. São 105 vagas imediatas para lotação em Curitiba/PR. A realização da seleção está sob a responsabilidade da banca organizadora Moura Melo Consultoria em Recursos Humanos LTDA.


As chances oferecidas são para os cargos de: auxiliar administrativo (3), motorista (2), técnico de enfermagem (73), técnico de radiologia (6), assistente social (2) e enfermeiro assistencial (19). Estes profissionais têm jornadas de 24 a 40 horas semanais ou em escala de 12 por 36 horas. Os salários vão de R$ 1.270 a R$ 2.550.

Os requisitos básicos para os cargos são: ter no mínimo 18 anos, Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria B para a função de motorista, e ter o nível de escolaridade exigido para o cargo de interesse e registro no conselho da classe. Vale ressaltar que há vagas reservadas a deficientes. Saiba mais detalhes sobre a seleção aqui

A seleção classificará os candidatos de acordo com a nota obtida na prova objetiva, prevista para 15 de agosto. A prova terá 50 questões de múltipla escolha sobre português, matemática e conhecimentos específicos para cada cargo. 

As inscrições serão aceitas até 6 de julho pelo site da banca mouramelo.areadocandidato.com.br. A taxa de participação varia de R$ 29 a R$ 59. O processo seletivo tem validade de um ano.

Tribunal de Justiça do Paraná

O concurso para o para a carreira de juiz no Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) está autorizado. O órgão tem atualmente 39 vagas para a carreira, de acordo com informações do Departamento da Magistratura do órgão, e a expectativa é que o concurso aberto em dezembro de 2016, preencha parte dessas vagas, mas que em breve seja feito um novo certame para as demais. Saiba mais aqui.

Fonte: Correio

CLDF abre inscrições de concurso com 86 vagas e salários de até R$ 15 mil

Há chances para candidatos com nível médio e superior


A partir desta segunda-feira (25/6), estão abertas as inscrições do concurso lançado pela Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF). São oferecidas 86 vagas com salários iniciais de R$ 10.650,18 a R$ 15.879,40. Podem concorrer candidatos com nível médio e superior. A Fundação Carlos Chagas (FCC) é a empresa organizadora da seleção.


Interessados podem efetuar inscrição por meio do site da banca organizadora www.concursosfcc.com.br, a partir das 10h de hoje até às 14h do dia 25 de julho de 2018. A taxa de participação é de R$ 54 para nível médio e R$ 78 para nível superior.

Os candidatos farão provas objetivas, discursivas, avaliação de títulos, avaliação de conduta,avaliação psicológica, avaliação médica e curso de formação a  depender do cargo escolhido. Os que concorrem à chance de taquígrafo especialista também participarão de prova prática. As provas objetivas têm data prevista para os dias 15, 16 e 23 de setembro de 2018. 

Cargos de nível superior

Consultor legislativo

São 17 oportunidades para o cargo de consultor legislativo distribuídas nas áreas de: constituição e justiça (5); desenvolvimento urbano (2); direitos humanos, minorias, cidadania e sociedade (1); educação, cultura e desporto (1); finanças públicas (1); meio ambiente (1); regulação econômica (2); saúde (2); tributação (1) e redação parlamentar (1). Remuneração: R$ 15.879,40,

Consultor técnico-legislativo

São 37 chances na função de consultor técnico-legislativo distribuídas nos cargos de administrador (4); arquiteto (1); arquivista (1); assistente social (1); bibliotecário (1); contador (4); economista (1); enfermeiro (2); engenheiro civil (1); engenheiro mecânico (1); médico - ambulatorial/ perito (2); médico do trabalho (1); odontologista - perito (1); pedagogo (1); Psicólogo - Área 1 - Organizacional (1); Psicólogo - Área 2 - Clínico/ Perito (1); Revisor de Texto (1); técnico em comunicação social/ jornalista (1); técnico em comunicação social/ relações públicas (2); técnico em comunicação social/ publicitário (1); técnico em comunicação social/ produtor de multimídia (1); analista de sistemas - área 1 (1); analista de sistemas - área 2 (1); analista de sistemas - área 3 (1); analista de Sistemas - área 4 (3) e taquígrafo especialista (1).Remuneração: R$ 15.879,40,

Leia também: "Com prova da CLDF marcada para setembro, candidato precisa de planejamento", diz professor 

Inspetor de polícia

Para o cargo de inspetor de polícia legislativa há apenas uma vaga. Remuneração: R$ 15.879,40,

Procurador legislativo - advogado

Há também uma vaga para procurador legislativo, no cargo de advogado. Remuneração: R$ 15.879,40.

Nível médio

Técnico legislativo

São 27 vagas nas categorias de técnico legislativo, técnico de arquivo e biblioteca, secretário, fotógrafo, técnico de enfermagem e técnico em manutenção e operação de equipamentos audiovisuais. Remuneração: R$ 10.650,18, 

Técnico-legislativo - agente de polícia legislativa

Para o cargo de agência de polícia legislativa são três vagas. Remuneração: R$ 10.650,18.

Fonte: Correio

CLDF aprova criação de 1,4 mil vagas para agentes penitenciários

O projeto vai retornar ao governador para sanção ou veto e ainda precisará constar na LDO de 2019


A Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) aprovou, em sessão plenária na terça-feira (26/6), um projeto de lei que prevê a criação de 1.400 cargos de provimento efetivo na carreira de atividades penitenciárias. 

O relator do projeto é o deputado Delmasso (PRB) e a proposta foi aprovada por unanimidade pelos quatro integrantes da Comissão presentes à reunião: Luzia de Paula (PSB), Robério Negreiros (PSD), Juarezão (PSB) e Delmasso.

De acordo com a CLDF, a proposta foi encaminhada pelo Executivo na semana passada e foi aprovada em primeiro e segundo turno. Agora, vai retornar ao governador para sanção ou veto. 

Para que as nomeações ocorram já no ano que vem, o texto precisa, ainda, ser sancionado até o próximo dia 30. Além disso, para ter validade, a matéria precisa constar no projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2019, o qual vai deve ser votado na próxima quinta-feira (28/6).

Segundo nota da CLDF, o deputado Raimundo Ribeiro (PPS), presente na sessão, fez questão de ressaltar que as 1,4 mil novas vagas criadas na Secretaria de Segurança Pública vão permitir o cumprimento do Código Penitenciário. "A lei prevê um agente para cada cinco internos", apontou.

Representantes da categoria e aprovados em concurso público acompanharam a reunião e comemoram a aprovação da matéria.

Extinção de cargos


Outro projeto do governo apreciado também na tarde de terça foi o projeto de lei nº 2.034/2018, o qual extingue 3 mil cargos públicos vagos na carreira administrativa de assistente em políticas públicas e gestão governamental. 

De acordo com o governo, esses postos nunca foram ocupados desde a sua criação em 2013. O PL foi aprovado em primeiro turno e deve voltar a ser apreciado pelo plenário da Casa na próxima quinta (28). 

Fonte: Correio

Secretaria da Fazenda de Goiás abre concurso para auditor-fiscal com salários de R$ 20 mil

As chances são para nível superior em qualquer área de conhecimento


Mais um concurso com salários superiores a R$ 20 mil foi aberto! Desta vez, a Secretaria da Fazenda de Goiás (Sefaz/GO) publicou o edital de abertura do concurso público que visa a contratação de 28 profissionais,além de cadastro de reserva, para o cargo de auditor-fiscal da Receita Estadual, classe A, padrão I.

Para concorrer a uma vaga, os candidatos devem ter nível superior em qualquer área de conhecimento. O salário inicial de auditor-fiscal em Goiás é de R$ 20.940,62, com carga horária de 40 horas semanais. Do total de chances ofertadas, uma é reservada a pessoas com deficiência.

Provas

As provas objetivas serão aplicadas em Goiânia/GO na data provável de 30 de setembro. Com duração de 5 horas, os candidatos deverão responder 120 questões de múltipla escolha sobre as seguintes disciplinas: 

Questões com peso 1 - português (8), raciocínio lógico-quantitativo e matemática financeira (6), direito constitucional (5), administrativo (7), civil/empresarial (5), finanças públicas e orçamento público (10), estado de Goiás (5) e tecnologia da informação (14). 

Questões com peso 2 - contabilidade geral, avançada e auditoria (20), legislação tributária (26) e direito tributário (14).

Os aprovados nas provas objetivos passarão para a 2ª fase, composta de avaliação de títulos. De acordo com o edital, após a nomeação, posse e antes de assumir sua lotação inicial, o auditor-fiscal da Receita Estadual, recém ingresso, ficará à disposição da administração fazendária, sendo submetido a um estágio de orientação e treinamento funcional, com duração mínima de 30 (trinta) dias. As aulas, preferencialmente, serão realizadas nas dependências da a Secretaria de Estado da Fazenda do Estado de Goiás ou na Escola de Governo Henrique Santillo. 

Inscrições

As inscrições serão aceitas entre 26 de julho e 24 de agosto pelo site da Fundação Carlos Chagas (FCC), banca organizadora do certame. A taxa de participação é de R$ 200.

O concurso tem validade de dois anos, com possibilidade de prorrogação, por igual período, uma única vez.

Fonte: Correio

Facebook adota ferramentas de transparência para anúncios políticos

Empresa argumentou que as medidas visam coibir o mau uso da rede social

© Reuters / Dado Ruvic

O Facebook divulgou em nota nesta quinta-feira (28) que vai adotar no Brasil, antes das eleições deste ano, ferramentas de transparência em anúncios políticos. Os recursos já haviam sido divulgados em maio pela empresa, mas estavam funcionando em poucos países, como nos Estados Unidos. A medida tem como foco as eleições, valendo para conteúdos políticos em geral.

Os anúncios políticos impulsionados por páginas entraram na mira de questionamentos de autoridades e organizações da sociedade civil quando o Facebook passou a ser questionado pela influência em disputas como as eleições dos Estados Unidos de 2016 e o referendo de saída do Reino Unido da União Europeia, o Brexit.

A empresa foi bastante criticada pelo vazamento de dados de milhões de usuários, que teriam sido usados pela empresa britânica de marketingdigital Cambridge Analytica, no pleito de 2016, em favor do ganhador, hoje o presidente Donald Trump. A possível influência de forças russas neste processo, por meio da plataforma, motivou a abertura de uma investigação no Congresso do país.
Os usuários poderão visualizar os anúncios que estão sendo promovidos por uma página. Isso não apenas caso eles apareçam nos conteúdos da linha do tempo (chamada de feed de notícias), mas também ao acessar o endereço de cada página. Isso valerá também para outros serviços da empresa, como Instagram e Messenger. Para acessar a informação, o usuário deve procurar pelolink  “informações e anúncios”. Também haverá a possibilidade de denunciar este tipo de conteúdo.
Será criada uma identificação de anúncios políticos, para diferenciá-los de outros. Essa foi uma preocupação manifestada nos Estados Unidos, já que o design do feed de notícias não destacava este tipo de conteúdo, por vezes possibilitando a confusão deles com outros anúncios ou até mesmo com notícias não pagas.
Como a legislação brasileira só permite o anúncio pago nas eleições por candidatos, devem aparecer com este rótulo as publicações impulsionadas de quem está disputando algum cargo.
Outro recurso nas páginas será o chamado “arquivo”, onde ficarão os anúncios veiculados por aquele perfil. Este tipo de recurso foi cobrado por autoridades e especialistas pela preocupação de que a segmentação e personalização de anúncios poderia ser explorada por um candidato, enviando mensagens direcionadas a cada público que poderiam ser, inclusive, contraditórias entre si.
Com a possibilidade de acessar um arquivo, o eleitor pode ver tudo o que o candidato vai impulsionar na plataforma.
O Facebook anunciou também que serão disponibilizadas mais informações sobre as páginas, independentemente de veicularem ou não anúncios. O Facebook não detalhou que tipo de informações serão acrescidas, mas citou como exemplos os nomes antigos (é possível trocar os nomes das páginas na plataforma) e as datas de criação (recurso que pode ajudar a identificar perfis criados especificamente para eleições ou para determinadas ações, como impulsionar anúncios).
Além destas medidas, em abril a companhia já havia divulgado outras regras para as páginas. Entre elas, a fiscalização dos responsáveis por estes perfis, para garantir a identificação no caso de muitos seguidores. No primeiro trimestre, a empresa derrubou seis milhões de contas falsas por dia a partir deste tipo de monitoramento.
O Facebook argumentou que as medidas visam coibir o mau uso da plataforma.
“Ao lançar uma luz sobre todos os anúncios, bem como sobre as páginas que estão rodando esses anúncios, conseguiremos evitar abusos, ajudando a garantir que pessoas mal intencionadas tenham responsabilidade sobre os anúncios que fizerem”, afirmou o comunicado, assinado pelo diretor de gerenciamento de produto, Rob Leathern, e a diretora de marketing de produto, Emma Rodgers.
Na avaliação da advogada especialista em direito digital e integrante do Comitê Gestor da Internet no Brasil Flávia Lefévre, a possibilidade de acessar os anúncios independentemente do que aparece no feed de notícias ajuda a furar as "bolhas" causadas pela seleção de conteúdos operada pelos algoritmos do Facebook.
Por outro lado, a advogada se preocupa com a fiscalização dos responsáveis pelas páginas. “A possibilidade de você ter um pseudônimo, uma conta alternativa, fortalece sua liberdade de expressão. A gente tem tido casos de jornalistas e comunicadores ameaçados e sendo mortos porque defendem determinadas ideias, então isso pode calar a boca de muita gente”, alertou. Com informações da Agência Brasil.
Fonte: noticiasaominuto

Link do 2° Evento "Revisão de Currículo" com Rodger do Grupo de Empregos - GEBE


quinta-feira, 28 de junho de 2018

Diversas vagas de Estágio IEL/DF - 28/06

 INSTITUTO EUVALDO LODI- IEL /DF



UNIDADES DE ATENDIMENTO IEL-DF


 
Plano Piloto
SCN Qd. 01 bloco E Ed. Central Park –Asa Norte
(61) 3326-9754
Atendimento: 9h às 17h

 
UNB
L2 Norte – MASC Norte Sala AT 02/20.
(61) 99128-2294

Atendimento: 9h às 16h


             DICA: \ INSCRIÇÕES PELO SITE OU PESSOALMENTE EM NOSSA UNIDADE DE ATENDIMENTO DO PLANO PILOTO, COM CARTEIRA DE IDENTIDADE E CPF.


ACESSAR A VAGA:

Gratuito: 2° Evento "Revisão de Currículo" com Rodger do Grupo de Empregos - GEBE

Ex-deputado: 'Se você comprar alguém, tem que comprar bem comprado'

Márcio Junqueira foi preso pela PF em abril, sob suspeita de tentar comprar o silêncio de um ex-assessor parlamentar

© Divulgação

O ex-deputado Márcio Junqueira (ex-PP) foi flagrado em um grampo da Polícia Federal (PF) afirmando a um interlocutor: "Quando você compra alguém, se você comprar alguém, tem que comprar bem comprado, porque esse cabra que se vendeu pra ti se vende pra outro também", diz.

A conversa foi divulgada pela repórter Camila Bomfim, da TV Globo, e confirmada pelo jornal O Estado de S. Paulo. Márcio Junqueira foi preso pela PF em abril, sob suspeita de tentar comprar o silêncio de um ex-assessor parlamentar que é testemunha da Operação Lava Jato. O ex-parlamentar já foi solto.
Na semana passada, a Procuradoria-Geral da República (PGR) enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma denúncia contra Junqueira, contra o senador Ciro Nogueira (PP-PI) e o deputado federal Eduardo da Fonte (PP-PE) no âmbito desta investigação.
Quando a operação foi deflagrada, a Procuradoria apontou suspeita de que eles teriam tentado impedir que o ex-assessor do PP colaborasse com as investigações da Lava Jato, o que configuraria obstrução de Justiça.
Segundo a PGR, o esquema investigado inclui o pagamento de despesas pessoais, ameaças e até proposta para a mudança do teor de depoimento que incriminaria os alvos. A suspeita de obstrução à investigação surgiu durante um inquérito que apurava repasses a políticos do PP por meio de contratos fictícios.
Defesa
A reportagem está tentando contato com Márcio Junqueira. O espaço está aberto para sua manifestação.
Fonte: noticiasaominuto

quarta-feira, 27 de junho de 2018

Abono salarial do PIS/Pasep referente a 2017 começa a ser pago em julho

Estimativa é de que sejam destinados R$ 18,1 bilhões a 23,5 milhões de trabalhadores a partir do próximo mês

© Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Os pagamentos do abono salarial referentes ao ano de 2017 começam em 26 de julho de 2018, informou o Ministério do Trabalho nesta terça-feira (27).

O calendário de pagamento foi definido durante reunião do Codefat (Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador) em Brasília.
A estimativa é de que sejam destinados R$ 18,1 bilhões a 23,5 milhões de trabalhadores a partir do próximo mês.
Quem nasceu de julho a dezembro, recebe o benefício ainda neste ano. Já os nascidos entre janeiro e junho, terão o recurso disponível para saque em 2019.
Em ambos os casos, o dinheiro ficará à disposição do trabalhador até 28 de junho de 2019. Os empregados da iniciativa privada, vinculados ao PIS, sacam o dinheiro nas agências da Caixa Econômica Federal. Funcionários públicos, associados ao Pasep, devem se dirigir ao Banco do Brasil.
Os correntistas terão o benefício creditado em conta no período estabelecido no calendário. Para ter direito ao abono salarial do PIS/Pasep é necessário ter trabalhado formalmente por pelo menos um mês em 2017 com remuneração média de até dois salários mínimos.
Além disso, o trabalhador precisa estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter tido seus dados informados corretamente pelo empregador na Rais (Relação Anual de Informações Sociais).
A quantia que cada trabalhador tem para receber é proporcional ao número de meses trabalhados formalmente em 2017.
O valor do abono salarial será calculado na proporção 1/12 do salário mínimo vigente na data do pagamento.
"Quem trabalhou durante todo o ano receberá o valor cheio. Quem trabalhou por apenas 30 dias receberá o valor mínimo", explica Márcio Ubiratan Britto, chefe da divisão do abono salarial do Ministério do Trabalho. Com informações da Folhapress.

Fonte: noticiasaominuto

Pós-graduação a distância a partir de R$ 74,25 mensais

Gleisi comemora soltura de Dirceu: 'Bem-vindo à liberdade, companheiro'

Senadora também falou sobre decisão do STF de anular supostas provas colhidas durante busca e apreensão no apartamento funcional dela, em 2016

© Adriano Machado / Reuters

presidenta do PT, senadora Gleisi Hoffmann, comemorou, nesta terça-feira (26), a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de anular supostas provas colhidas durante busca e apreensão em seu apartamento funcional, em 2016. O alvo era o ex-ministro Paulo Bernardo, marido dela.

O material foi considerado ilegal e não poderá ser utilizado na investigação. Para Gleisi, a decisão do STF evidenciou o caráter arbitrário e persecutório de medidas tomadas por parte da Justiça.
“A corrupção tem que ser investigada e punida, mas não pode ser objeto e desculpa para a perseguição política por parte daqueles que querem condenar sem provas. Gostaria muito de registrar que hoje tivemos uma vitória do Direito sobre o arbítrio”, afirmou, em discurso no Senado.
Por três votos a um, os ministros da Segunda Turma do STF entenderam que a busca e apreensão não poderia ter sido solicitada pelo juiz federal substituto de primeira instância Paulo Bueno de Azevedo. De acordo com os ministros, Gleisi é senadora e possui foro especial, ou seja, responde processualmente no âmbito da Suprema Corte.
“Essa busca e apreensão é uma flagrante ofensa à independência de poderes. O Senado não poderia e não aceitou, tanto que acionou o STF contra essa interferência e contra a não observância da independência dos poderes. Não é assim que age a PF, o Ministério Público e juízes, aliás esse juiz nem tinha mandado para isso”, disse Gleisi.
A senadora aproveitou para comemorar a liberdade concedida pela Segunda Turma do STF ao ex-ministro José Dirceu. Ele cumpria execução provisória da pena no âmbito da operação Lava Jato. A maioria dos ministros entendeu, porém, que ele pode aguardar em liberdade o esgotamento da análise de seus recursos nas cortes superiores - o Superior Tribunal de Justiça (STJ) e o próprio Supremo.
“Comemoro hoje a liberdade do companheiro José Dirceu que tem lutado arduamente contra o arbítrio do Judiciário e que hoje a Segunda Turma do STF lhe fez Justiça libertando-o da prisão sem nenhuma restrição. Bem vindo à liberdade, companheiro José Dirceu!”, comemorou Gleisi.
Ao comentar a liberdade de José Dirceu, Gleisi cobrou que a mesma justiça seja feita ao ex-presidente Lula. “Não posso deixar de registrar que nosso presidente Lula ainda se encontra no pântano da injustiça. Ele tinha um julgamento marcado para hoje na Segunda Turma do STF de um recurso protocolado em abril contra a condenação pelo TRF-4”.
Fonte: noticiasaominuto

PGR dá parecer a favor do fim da contribuição sindical obrigatória

O parecer foi motivado pelo julgamento da validade de parte das alterações na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT)


A Procuradoria-Geral da República (PGR) enviou nesta terça-feira (26/6) ao Supremo Tribunal Federal (STF) parecer a favor do fim da contribuição sindical obrigatória(foto: Breno Fortes/CB/D.A Press)

A Procuradoria-Geral da República (PGR) enviou nesta terça-feira (26/6) ao Supremo Tribunal Federal (STF) parecer a favor do fim da contribuição sindical obrigatória. Para a PGR, é constitucional a alteração promovida pela reforma trabalhista, aprovada no ano passado e que tornou opcional o desconto de um dia de trabalho por ano em favor do sindicato da categoria.

O parecer foi motivado pelo julgamento da validade de parte das alterações na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), previsto para ocorrer na quinta-feira (28/6).

“A supressão da compulsoriedade extinguiu a natureza tributária até então conferida pelo STF à contribuição sindical, ensejando a instituição de uma nova espécie de contribuição que, embora com idêntico título, passou a constituir mera doação patrimonial, que não obriga sequer os associados à entidade sindical. A ausência de manifestação de vontade, quanto ao recolhimento, configura recusa tácita, em nada alterando a situação jurídica do contribuinte", argumentou a procuradoria.

A volta da obrigatoriedade da contribuição foi pedida ao STF por dezenas de confederações e federações sindicais, que alegam que o fim do tributo viola a Constituição, pois inviabiliza suas atividades por extinguir repentinamente a fonte de 80% de suas receitas.

Fonte: Correio

terça-feira, 26 de junho de 2018

Brasiliense terá de pagar R$ 31 por biometria na CNH, segundo Detran

Metodologia começa a ser implementada em agosto. Veículos também terão de ser fotografados a partir de 2019


Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) começa a implementar um novo sistema de atendimento ao cidadão. O processo consiste na identificação do usuário, por meio de foto instantânea, da coleta da assinatura virtual e da biometria, ao comparecer a algum posto do órgão. A medida, que entra em vigor a partir de agosto, representa custo extra de R$ 31 para quem for tirar Carteira Nacional de Habilitação (CNH).
Segundo o Detran, o contrato com uma empresa terceirizada, a Valid, terá custo aproximado de R$ 16 milhões, caso toda a demanda estimada se concretize. De acordo com o órgão, o sistema foi planejado por servidores, porém os serviços de coleta de imagens, fornecimento de equipamentos e de pessoal para o primeiro atendimento ao cliente é feito pela empresa contratada.
“O contrato não tem um valor fixo e depende da capacidade de atendimento da empresa e da demanda. Cada atendimento custa aproximadamente R$ 17”, explicou. Na avaliação do departamento, o custo/benefício do sistema é positivo para os motoristas, uma vez que substitui fotos e cópias de documentos que são obrigatórios atualmente.
“Trata-se de uma única despesa. Daí em diante, o condutor poderá gerir seu processo, alterar endereço e fazer outros procedimentos pela internet”, completa.
Como vai funcionar
Com as mudanças, a partir de 4 de agosto, o cidadão que desejar tirar a primeira CNH deverá agendar a identificação por meio do aplicativo Detran/DF Biometria, que estará disponível nas lojas Play Store e Apple Store em 20 de julho. Depois, é só ir ao local agendado para coleta da fotografia, assinatura e dados biométricos, além de cadastrar o celular para acompanhar o processo.

O sistema está sendo implementado gradativamente no órgão e começou pela identificação dos servidores do Departamento, instrutores, médicos, psicólogos, examinadores e demais colaboradores.
O novo sistema moderniza a forma de atendimento ao gerar um processo digital, permitindo a disponibilização de serviços via internet e garantindo a identificação do cidadão, por meio da biometria, nas várias etapas. Isso eliminará todas as possibilidades de fraudes.
A previsão é de que, a partir de fevereiro de 2019, todos os procedimentos de habilitação, inclusive renovação da CNH, iniciem com a nova metodologia e, consequentemente, todos os processos sejam digitais. Porém, a identificação do usuário será realizada somente quando ele for ao departamento solicitar algum tipo de serviço.
Assim, a previsão é de que a identificação de todos os condutores do DF seja concluída ao final de cinco anos, quando os últimos habilitados devem renovar a CNH.
Questionado sobre o investimento necessário para a implementação do sistema e se essa modernização vai encarecer os serviços prestados pelo órgão, o Detran-DF não se manifestou até a publicação desta reportagem.
Veículos
Os processos de veículos começarão por aqueles com maior risco de fraude. Portanto, a partir de fevereiro de 2019, o proprietário de veículo apreendido terá que realizar identificação biométrica e coleta de fotografia para a liberação do bem. Isso evitará que veículos sob a guarda do Detran sejam retirados por estelionatários.

De acordo com o Detran, o novo sistema, além de gerar segurança nos processos abertos, permitirá ao cidadão realizar muitos serviços sem precisar sair de casa por meio do Portal de Serviço, os usuários poderão marcar os próprios exames, imprimir autorizações e receber os resultados de provas por meio virtual.
Também poderão acompanhar on-line as alterações no status dos processos. Espera-se reduzir em até 80% o atendimento físico nas unidades do Departamento de Trânsito. (Com informações do Detran-DF)
Fonte: Metrópoles