Marcadores

Pesquisar na internet

quarta-feira, 6 de junho de 2018

Agefis avisa que vai recolher sucatas e revolta mecânicos do Setor O


Agefis notifica oficinas por utilização de área pública e promete recolher os carros comprados no leilão do detran. Comerciantes reclamam por não terem local para os carros. Setor O. Setor de oficinas. 05-06-2018 Foto: Breno Esaki/Jornal de Brasília

Dezenas de carros vendidos em leilão do Detran devem ocupar as ruas nos próximos dias

Raphaella Sconetto
raphaella.sconetto@grupojbr.com

A quantidade de carros estacionados no Setor de Oficinas do Setor O, em Ceilândia, provoca tensão entre mecânicos e a Agência de Fiscalização (Agefis). Operações têm multado aqueles que fazem a via pública de abrigo permanente dos veículos. E o volume de automóveis, alguns apenas sucata, vai aumentar nos próximos dias. É que muitos donos de oficinas participaram do último leilão do Departamento de Trânsito (Detran-DF). Eles já preveem o pior: quando o carregamento chegar, temem que o próprio Detran o recolha de volta. Segundo o departamento, no último leilão foram vendidos 697 veículos. Desses, apenas 78 têm condição de circular, e o restante é sucata.
Apesar de colocarem os veículos em via pública, os mecânicos alegam que buscam um acordo viável para os dois lados. A Agefis, por sua vez, diz que a   fiscalização busca trazer a acessibilidade a todos os cidadãos.
João Dito, líder comunitário do Setor O, estima que existam pelo menos 50 oficinas mecânicas há mais de 30 anos. Cerca de dois mil empregos são gerados. Ali, os estabelecimentos oferecem serviços de mecânica e pintura, além da venda de peças de carros que são considerados sucatas. Muitos carros ficam no meio da pista. Ali mesmo, os funcionários fazem a retirada de peças dos veículos que não estão em circulação e negociam com os clientes.
João Dito, líder comunitário, diz buscar uma solução para o problema no Setor O. Foto: Breno Esaki/Jornal de Brasília
Ver notícia completa:


Fonte: Jornal de Brasília

Nenhum comentário:

Postar um comentário