Marcadores

Pesquisar na internet

terça-feira, 28 de agosto de 2018

Sebrae abre oito vagas em Brasília, com salário inicial de R$ 10 mil

O processo seletivo busca profissionais das áreas de administração, comunicação, tecnologia da informação e engenharia, entre outras


Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) está com inscrições abertas para processo seletivo com oito vagas imediatas e salários de R$ 10.697,23 iniciais. Os selecionados atuarão em Brasília, com contratação pela CLT e carga horária de 40h semanais.

ACESSAR O POST COMPLETO:

segunda-feira, 27 de agosto de 2018

Compartilhe o Grupo de Empregos com os seus conhecidos - GEBE OPORTUNIDADES 27/08


GRUPO DE EMPREGOS - GEBE OPORTUNIDADES

Acesse: https://groups.google.com/group/gebeoportunidades/ e cadastrar sua conta de e-mail 
ou
Envie um e-mail para: gebeoportunidades+subscribe@googlegroups.com,  receberá um e-mail, daí basta seguir as instruções.


GRUPO DE EMPREGOS - VAGAS EM ÁGUAS LINDAS-GO

Acesse: https://groups.google.com/group/gealoportunidades/ e cadastrar sua conta de e-mail 
ou
Envie um e-mail para: gealoportunidades+subscribe@googlegroups.com,  receberá um e-mail, daí basta seguir as instruções.

PARCEIROS
Portal do GEBE
Blog do GEBE
Grupo de Empregos - Alertas no e-mail
Fanpage
Grupo no Face

sexta-feira, 24 de agosto de 2018

Vaga: Vendedora de Seguros - 24/08

Empresa: Grupo Saga
Vaga: Vendedora de Seguros
Salário: Fixo + Comissão
Benefícios: Vale-transporte + Alimentação
PPR (Participação nos lucros), Plano de carreira
Requisitos: Ensino Médio completo; Desejável experiência com telemarketing ativo e na área de vendas.
Enviar currículo para: sagarecrutamentobsb@gmail.com 
Colocar no assunto: Vendedora de Seguros

Vaga: Auxiliar de Rampa - 24/08

Vaga: Auxiliar de Rampa
Local de trabalho: Aeroporto de Brasília
Carga Horaria: 04 Horas por dia
Escala de trabalho: 6x1
Sexo: masculino
Salario: R$ 839,26 + Vale alimentação de R$ 384,00 + Vale transporte
Interessados enviar CV para: brasilia.rs@hotmail.com

24 e 25 DE OUTUBRO / UCB II SIMPÓSIO DA REPRINTE 2018 - Programa de Gerontologia

Atendente – Farmácia de Manipulação - 24/08

Cargo: Atendente – Farmácia de Manipulação ( COM EXPERIÊNCIA EM FARMÁCIA DE MANIPULAÇÃO )
Número de Vagas: 01
Carga horária: 44 horas semanais
Dias de Trabalho: De segunda a sábado
Horário de trabalho: 08 às 18hs ( Segunda a Sexta ) e 08 às 12hs ( Sábado )
Salário: 1.200,00 + 2,0 %
Benefícios: Vale Alimentação R$ 12,00 (dia)
                Vale Transporte – 10,00 (dia)

Escolaridade: Ensino Médio Completo
Local de Trabalho: Asa Sul
               
Pré-Requisitos: Experiência em Farmácia de Manipulação com Programa Fórmula Certa.  
NECESSITA TER DISPONIBILIDADE PARA TREINAMENTO INICIAL POR 10 DIAS EM SALVADOR. ( CUSTO PELA EMPRESA )

Interessados ( que tenha o perfil e experiência na área ) enviar currículo para: operacionalprocessoseletivo@gmail.com e colocar no ASSUNTO DO E-MAIL: ATENDENTE DE FARMÁCIA (Currículos que não tiverem o perfil e requisitos necessários, serem desclassificados).

02 vagas: Auxiliar de Farmácia de Manipulação - 24/08

Cargo: Auxiliar de Farmácia de Manipulação ( COM EXPERIÊNCIA EM FARMÁCIA DE MANIPULAÇÃO )
Número de Vagas: 02
Carga horária: 44 horas semanais
Dias de Trabalho: De segunda a sábado
Horário de trabalho: 08 às 18hs ( Segunda a Sexta ) e 08 às 12hs ( Sábado )
Salário: 1.200,00 + 3,5 %
Benefícios: Vale Alimentação R$ 12,00 (dia)
                Vale Transporte – 10,00 (dia)

Escolaridade: Ensino Médio Completo
Local de Trabalho: Asa Sul
               
Pré-Requisitos: Experiência em Manipulação de Homeopatia, Sólidos, Hormônios, Antibióticos e Semi-Sólidos.
NECESSITA TER DISPONIBILIDADE PARA TREINAMENTO INICIAL POR 10 DIAS EM SALVADOR. ( CUSTO PELA EMPRESA )

Interessados ( que tenha o perfil e experiência na área ) enviar currículo para: operacionalprocessoseletivo@gmail.com e colocar no ASSUNTO DO E-MAIL: AUXILIAR DE MANIPULAÇÃO (Currículos que não tiverem o perfil e requisitos necessários, serem desclassificados).

quinta-feira, 23 de agosto de 2018

74 Vagas de Estágio IEL/DF - 23/08

  INSTITUTO EUVALDO LODI- IEL /DF


UNIDADES DE ATENDIMENTO IEL-DF


 
Plano Piloto
SCN Qd. 01 bloco E Ed. Central Park –Asa Norte
(61) 3326-9754
Atendimento: 9h às 17h

 
UNB
L2 Norte – MASC Norte Sala AT 02/20.
(61) 99128-2294

Atendimento: 9h às 16h

             DICA: \ INSCRIÇÕES PELO SITE OU PESSOALMENTE EM NOSSA UNIDADE DE ATENDIMENTO DO PLANO PILOTO, COM CARTEIRA DE IDENTIDADE E CPF.



ACESSAR AS VAGAS:

quarta-feira, 22 de agosto de 2018

Eleições na Câmara: renovação da bancada de deputados pode ir a 100%

Foto: Josemar Gonçalves/Cedoc

Francisco Dutra
francisco.dutra@grupojbr.com

Dos atuais oito parlamentares, cinco não disputam a reeleição e os demais terão grande dificuldade para voltar

Por força das circunstâncias e escolhas eleitorais, cinco dos oito deputados federais do Distrito Federal não serão candidatos a reeleição. Nestes termos, é possível vislumbrar uma renovação de, pelo menos, 62,5% após as urnas de 7 de outubro. Neste contexto, há chances de uma dança das cadeiras total. Na Câmara Legislativa, somente sete dos 24 distritais não brigarão pela renovação do mandato. A margem garantida de mudança de cadeiras de deputado distrital está nas vizinhanças de 29,1%.

A cada nova eleição a palavra renovação ganha a boca do povo, mas dificilmente conquista as urnas. A bancada federal brasiliense é uma exceção. Nas últimas três legislaturas o número de reeleitos foi de, respectivamente, dois, um e três parlamentares reconduzidos pela ordem cronológica. É uma média de 25% de reeleição, apenas. Na geração atual, Alberto Fraga (DEM) e Rogério Rosso (PSD) decidiram buscar o Buriti. Izalci Lucas (PSDB) vai concorrer ao Senado. Assombrado por processos judiciais, Rôney Nemer (PP) ficará fora das urnas. Ronaldo Fonseca (Podemos) também decidiu não concorrer.
Nesta eleição o horizonte é desafiador. Diversas candidaturas competitivas estão nas ruas. Por um lado Laerte Bessa (PR) e Augusto Carvalho (SD) não tiveram votações expressivas em 2014. Foram os menos votados e dependeram dos puxadores Fraga e Rosso. Érika Kokay (PT) teve 92.558 votos, mas agora seu partido está isolado e vai precisar de um número muito maior para alcançar o coeficiente eleitoral, algo acima de 150 mil eleitores. Novamente, o quadro é singular.
Segundo o Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar, a média de reeleição dos 513 membros da Câmara dos Deputados é de 63,43%. Em geral, a cada eleição, entre os 513 deputados, 408 tentam continuar no cargo e 259 conseguem o apoio dos eleitores. Para 2018, o estudo prevê um índice de reeleição de 75%. Entre os 407 pretendentes a reeleição, 305 ganharão nas urnas. Na Câmara Distrital, a continuidade também desafia o mito da renovação. Na última virada de legislatura, 12 dos 24 distritais conseguiram continuar nos cargos legislativos.
Érika e Bessa irão à luta
O quadro desafiador não desanima Bessa ou Érika Kokay. Apesar de atuarem em campos ideológicos rivais, nutrem a mesma confiança na conquista da reeleição. Obviamente, as estratégias para a vitória nas urnas são distintas. “Hoje a maior qualidade na política é a Ficha Limpa. Graças a Deus eu sou Ficha Limpa. E tem mais. Eu também sou a renovação, uai. Entrei na política em 2006 e tenho apenas dois mandatos”, argumenta Bessa.
Para continuar na Câmara, o deputado aposta nas raízes com a Segurança Pública e com pautas conservadoras. Membro da Bancada da Bala, Bessa é um dos nomes responsáveis pelo projeto de redução da maioridade penal, atualmente em compasso de espera no Senado. “Depois da eleição vamos pressionar o Senado a votar. A impunidade está premiando estes bandidos travestidos de menores. Quem tem 16 anos sabe muito bem o que é certo ou errado”, comenta.
Defensora ferrenha das políticas progressistas e das minorias, Érika Kokay tem convicção que o PT elegerá dois federais. “Brasília representa de uma forma muito drástica o que representa o governo de Michel Temer (MDB). Inequivocamente, é um governo que fere a soberania nacional e promove a retirada de direitos. O governo Rollemberg (PSB) segue passos muito semelhantes na falência das políticas públicas e no autoritarismo. E o PT é antagonista de ambos”, resume.
Segundo Kokay, o PT ainda é o partido mais querido entre os eleitores e mantem uma base alinhada com as propostas da agremiação. Além disso, o partido conta com uma das militâncias mais engajadas do DF. O Jornal de Brasília entrou em contato com o gabinete de Augusto Carvalho. Mas até o fechamento desta reportagem não houve retorno.
Ponto de Vista
Renovação política é uma expressão vazia, na leitura do cientista político e sociólogo Antônio Flávio Testa. Segundo o especialista, a tendência de reeleição supera a expectativa da chegada de nomes novos. “Depois da Operação Lava Jato, das condenações de políticos, a tentativa de se manter com o mandato é muito grande. É a busca da manutenção da imunidade parlamentar. Some a isso, a barbaridade da micro-reforma eleitoral. O Fundo Eleitoral é um aprimoramento do voto em lista fechada. Com essa nova lógica os caciques partidários passaram a ter um poder enorme. E quem eles vão apoiar? Quem já tem mandato e tem maiores chances de ganhar. Os mais competitivos têm mandato. Ou vão apoiar amigos e parentes. Não é democrático”, dispara. E a bronca só aumenta, afinal Testa julga que as regras de financiamento favorecem também os candidatos com melhores condições financeiras. E nas regras atuais, para o estudioso, caso nomes novos sejam eleitos serão devorados ou escanteados pelo atual sistema político. O futuro é tenebroso.

Fonte: Jornal de Brasília

Deputado distrital é o cargo mais concorrido das eleições de 2018

De novo, o mandato de deputado na Câmara Legislativa é o mais disputado das eleições no Brasil, com uma média de 40 candidatos por vaga


Em 2014, as vagas de deputado na Câmara Legislativa já eram as mais cobiçadas do Brasil: salário acima de R$ 25 mil e muitos benefícios(foto: Breno Fortes/CB/D.A Press)

O cargo de deputado distrital é o mais concorrido das eleições de 2018. Com 960 postulantes para 24 cadeiras, a concorrência chega a 40 pessoas por vaga. Os dados são das estatísticas de pedido de registro de candidatura do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Além disso, o Distrito Federal também se destaca como uma das unidades da Federação com menor relação entre eleitores e candidatos: cada postulante representa 1,7 mil votantes.

A capital federal também é a sexta unidade federativa com maior número de candidatos, perdendo apenas para São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná. E tem mais postulantes do que unidades da federação com população muito maior, como Goiás, Santa Catarina, Maranhão e Espírito Santo. Ao todo, 1,2 mil pessoas pediram registro na Corte Eleitoral. O órgão tem até 17 de setembro para avaliar todas as solicitações.

Apesar de ser o cargo mais concorrido de 2018, o número de candidatos a distrital diminuiu em relação a 2014. Há quatro anos, o registro mostrava mil postulantes — 42,7 candidatos por vaga — também a maior concorrência da época. Especialistas ouvidos pelo Correio divergiram em análises para explicar o porquê do alto número da concorrência na capital federal.

Para o cientista político Wladimir Gramacho, há duas hipóteses. A primeira é de que a fragilidade do governo distrital pode ter estimulado um número maior de candidaturas. Por outro lado, também existe a questão dos benefícios na Casa: o salário que passa dos R$ 25 mil mensais e os benefícios mensais incluem um polpudo auxílio-alimentação de R$ 1.072, 75 dias de férias por ano, mais de R$ 180 mil de verba de gabinete e mais de R$ 25 mil disponíveis para indenizar todo tipo de gasto. 

“Sempre vemos candidatos com pouquíssimos votos no fim das eleições. É um excelente assunto para retomar no fim do processo: ver quem trabalhou na campanha e quem nem se moveu. O que o eleitor no DF não pode reclamar é de marasmo”, observa. Para ele, a possibilidade de licença do serviço público pode até ser uma tentativa de explicação. “Mas não cabe lançar suspeita sobre os candidatos”, pondera.

A Lei nº 8.112/90, do Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União, garante que servidores públicos que entrarem na política podem tirar uma licença do trabalho para se dedicar à candidatura. Nos dados do TSE, os números revelam que servidores públicos aposentados, estaduais e federais somam 205 postulantes — o que corresponde a 16,7% do total de candidatos do DF. É a ocupação mais comum entre os postulantes, seguida de empresários, com 124 (10,1%) e advogados, com 88 (7,1%).

Baixa representatividade


De acordo com Paulo Calmon, professor e cientista político da Universidade de Brasília (UnB), também há duas possibilidades  para a explicação. Em primeiro lugar, existe uma baixa representatividade na Câmara Legislativa. Ou seja, são poucas cadeiras, se comparado ao número de outros estados, por exemplo, em São Paulo. No estado paulista, a Assembleia Legislativa é composta por 94 deputados estaduais. “Outras câmaras são mais equipadas, como Rio de Janeiro e São Paulo. Eles têm 70 a 80 políticos”, avaliou. “Aqui, nós temos a sobreposição do trabalho que, em outros estados, é dividido em dois: a Assembleia Legislativa e a Câmara dos Vereadores. Ou seja, ficamos com o trabalho desses dois em um só lugar, e isso desperta uma demanda”, disse.

A outra hipótese é que, por ser a capital do país, há um grande envolvimento da população na política e nos órgãos públicos. O cientista político José Matias-Pereira concorda com a tese. “Temos uma eleição atípica. As pessoas estão desencantadas com a política. Aí surgem candidaturas para tentar mudar. E temos 35 partidos que também querem se consolidar”, completou o especialista.

* Estagiário sob a supervisão de Leonardo Meireles

A proporção de cidadão por postulante

Unidade    Eleitores    Candidatos    Eleitor  por candidato

RR               331.489        658                 504
AP               512.110         655                 782
AC              547.680         570                 961
DF               2.084.357     1.225               1.702
RO              1.175.733      592                  1.986
AM              2.428.100     829                  2.929
TO               1.039.439     344                 3.022
SE                1.577.060     500                  3.154
ES                2.754.727     816                 3.376
RJ                12.406.391    3.565              3.480
MS              1.877.982       524                 3.584
GO               4.454.496     1.134               3.928
MT               2.330.280      527                 4.422
PB                 2.867.658     606                 4.732
RN                2.373.620     489                 4.854
AL                 2.187.966    417                  5.247
PI                  2.370.894     419                 5.658
MA               4.537.237     741                 6.123
PE                 6.570.070    1.062              6.187
PA                  5.499.282    875                6.285
RS                  8.354.732    1.314            6.358
PR                 7.971.083    1.244             6.408
SC                 5.070.212     765              6.628
MG              15.700.963     2.277          6.895
CE                  6.344.482    900            7.049
BA                10.393.168    1.209         8.596
SP                 33.040.405    3.842          8.600

Fonte: Correio

MPU assina contrato com Cebraspe e edital de novo concurso está cada vez mais próximo

Edital agora pode ser publicado a qualquer momento, segundo especialista

Após anunciar, na semana passada, que escolheu como banca organizadora o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), por meio de extrato de dispensa de licitação, o Ministério Público Federal (MPF) divulgou o contrato firmado entre ambas as partes no Diário Oficial da União desta segunda-feira (20/8).

ACESSAR O POST COMPLETO:

terça-feira, 21 de agosto de 2018

SUPERVISOR DE TELEMARKETING I - até 23/08

ALMAVIVA DO BRASIL – SELECIONA:

SUPERVISOR DE TELEMARKETING I  

Requisitos:  
•Ensino médio completo, desejável superior cursando;
• Possuir experiência como supervisor de telemarketing.

Salário: R$1736,31

Benefícios: Vale transporte, Vale refeição de R$30,70/dia, plano de saúde e odontológico com coparticipação, seguro de vida, auxilio creche, parceria com instituições de ensino e academia e oportunidade de crescimento.

Horário de trabalho: Tarde/noite

Local de Trabalho: Setor Hoteleiro Sul

Atividades:

• Responsável pela gestão da equipe e controle de jornada (controle de HE, análise e correção de ponto);
• Acompanhar o cumprimento das metas e orientar a equipe sobre formas de atendimento ao cliente;
• Estimular o operador na execução de seu trabalho e definir estratégia para cumprimento das metas propostas;
• Prestar atendimento personalizado ao cliente quando necessário. Monitorar as ligações de atendimento, analisar relatórios, esclarecer dúvidas dos operadores e administrar conflitos;
• Fazer apresentação de resultados e elaborar/acompanhar campanhas motivacionais;
• Participar quando necessário dos processos seletivos para representante de atendimento;
• Relatar e acompanhar falhas no processo de atendimento;
• Acompanhar/apoiar os colaboradores que estão no programa de desenvolvimento de líderes;
• Garantir os processos SGQ na operação;

Interessados, que atendam aos requisitos enviar currículo para vagasbsb@almavivadobrasil.com.br com o assunto: Supervisor de Telemarketing até o dia 23/08/2018

Eleições 2018: 75% dos deputados federais devem se reeleger

Levantamento é do Diap após registro de candidaturas no TSE



Estudo do Departamento Intersindical de Assessoria Paralamentar (Diap) mostra que 79% dos 513 deputados federais tentarão a reeleição em outubro. Projeção da entidade aponta que 75% deles devem se reeleger. O levantamento foi feito com base após o registro das candidaturas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

De acordo com o Diap, o número de candidatos à reeleição (407) na Câmara ficou um pouco abaixo da média dos últimos sete pleitos (408), porém maior que na eleição de 2014, quando 387 tentaram renovar seus mandatos.

Dos 106 que não vão se recandidatar para a Câmara, 31 não vão concorrer a nenhum cargo neste pleito e 75 disputam outros cargos. Destes, 40 concorrem ao Senado; 11 são candidatos a vice-governador; nove disputam o governo do estado; sete tentam vaga de deputado estadual; seis são suplentes de candidatos ao Senado; e dois são candidatos à Presidência da República.

Na avaliação do analista político Neuriberg Dias, um dos autores do levantamento, a expectativa e o sentimento da população por renovação na Casa serão “frustrados”neste pleito.

Segundo Neuriberg Dias, o alto índice dos que vão tentar novo mandato com a continuidade dos grupos políticos (bancada rural, empresarial, evangélica, da bala e de parentes) que já estão no poder traz o risco de que a próxima composição da Câmara seja mais conservadora que a atual. “O perfil do Congresso Nacional será mantido. Esses grupos detêm muitos seguidores e pode ter até retrocesso”, disse o analista político.

Além de emendas parlamentares, os que estão se recandidatando têm outras vantagens em relação a um novo candidato: nome e número conhecidos, bases eleitorais consolidadas, cabos eleitorais fiéis, acesso mais fácil aos veículos de comunicação, estrutura de campanha, com gabinete e pessoal à disposição, em Brasília e no estado. 

O levantamento também indica que as mudanças na legislação que reduziram o tempo de campanha de 90 para 45 dias e do período eleitoral gratuito de 45 para 35 dias são outros dos motivos para a baixa renovação da Câmara.

“As mudanças na legislação eleitoral com a criação do fundo eleitoral e a janela partidária (período no qual foi permitida a troca de partido sem perda de mandato) permitiram aos deputados e senadores negociarem melhores condições na disputa da reeleição, como prioridade no horário eleitoral e na destinação dos recursos do fundo eleitoral”, avalia o Diap.

Fonte: Correio

segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Oito dúvidas frequentes entre os eleitores no dia da votação

Diversas regras e proibições devem ser seguidas nos dias 7 e 28 de outubro

© Elza Fiúza/Agência Brasil 

O 1º turno das eleições irá ocorrer no dia 7 de outubro e o 2º turno no dia 28 de outubro de 2018. O pleito elegerá o presidente e vice-presidente da República, deputados federais, senadores, governadores e vice-governadores, deputados estaduais, o governador e vice-governador do Distrito Federal, e os deputados do Distrito Federal.

ACESSAR O POST COMPLETO:

Concursos: órgãos abrem inscrições para mais de 18 mil vagas

Oportunidades são para todos os níveis de escolaridades, em vários estados do Brasil

© Marcos Santos / USP Imagens

Concursos públicos com inscrições abertas somam 18,2 mil vagas, que devem ser preenchidas por profissionais de todos os níveis de escolaridade, em vários estados brasileiros. Há também concursos para formação de cadastro de reserva, em que os candidatos aprovados são convocados se abrirem vagas durante a validade do concurso.

ACESSAR O POST COMPLETO:

Inscrições para bolsas remanescentes do ProUni começam nesta segunda

Para estudantes não matriculados o prazo vai até 24 de agosto


As inscrições para as 106.252 bolsas remanescentes do Programa Universidade para Todos (ProUni) do segundo semestre de 2018 podem ser feitas a partir desta segunda-feira (20) pela página específica na Internet. São 18.070 vagas de bolsas integrais e 88.182 de bolsas parciais de 50%.


ACESSAR O POST COMPLETO:

Candidatos precisam detalhar declaração de bens a partir desta segunda

Medida entra em vigor dez dias após o então presidente do TSE recuar de uma alteração que havia sido feita no sistema de registro de candidaturas

© José Cruz/Arquivo ABr

Todos os 27.813 candidatos que pretendem disputar as eleições em outubro terão que detalhar a partir desta segunda-feira (20) a declaração de bens feita ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

A medida entra em vigor dez dias depois de o então presidente da Corte, ministro Luiz Fux, recuar de uma alteração que havia sido feita no sistema de registro de candidaturas que diminuía a transparência em relação aos bens de todos os políticos.

Fux havia se comprometido com a alteração do sistema depois que a Folha de S.Paulo revelou que o tribunal promoveu mudanças no sistema.
Nas disputas anteriores, os políticos tinham que listar seus bens de forma detalhada, com tipo, descrição e valor.
Ao declarar a posse de um apartamento, por exemplo, normalmente eram descritos o endereço, tamanho e outras características.
Nesta eleição, foi informado à população apenas que o candidato tem um apartamento e o seu valor, sem indicação de endereço, cidade, estado ou tamanho.
No dia 9 de agosto, o TSE havia informado que faria a alteração e que os partidos cujos candidatos já declararam bens à Justiça Eleitoral seriam intimados para complementar as informações prestadas.
Mas, até o dia 15 de agosto, todos os candidatos declararam seus bens sem poder informar detalhes.
"As informações patrimoniais incluídas serão automaticamente exibidas no DivulgaCandContas, sistema utilizado pelo TSE para a divulgação das candidaturas e das prestações de contas dos candidatos e dos partidos políticos em todo o Brasil", informou o tribunal em nota. Com informações da Folhapress.
Fonte: noticiasaominuto

domingo, 19 de agosto de 2018

02 Vagas: Analisa de Gestão de Pessoas - Instituto Hospital de Base - 19/08

Metrópoles sabatina os 11 candidatos ao GDF. Confira a programação

As entrevistas ocorrem na próxima segunda (20/8) e terça-feira (21), a partir das 9h. Todos os postulantes ao Buriti confirmaram presença


Na próxima segunda (20/8) e terça-feira (21) o Metrópoles vai promover uma sabatina com os 11 candidatos a governador do Distrito Federal. Nos dois dias, os encontros terão início às 9h e vão se estender até a noite.
Alberto Fraga (DEM), Alexandre Guerra (Novo), Antônio Guillen (PSTU), Eliana Pedrosa (Pros), Fátima Sousa (Psol), Ibaneis Rocha (MDB), Júlio Miragaya (PT), Paulo Chagas (PRP), Renan Arruda (PCO), Rodrigo Rollemberg (PSB) e Rogério Rosso (PSD) confirmaram presença na entrevista que será conduzida pela equipe de jornalistas do Metrópoles.
O evento será transmitido ao vivo, em todas as redes sociais do portal: Facebook, Twitter e YouTube. No primeiro dia, serão sabatinados seis candidatos e, no segundo, cinco.
A sabatina terá início às 9h desta segunda-feira (20/8), com o candidato Alberto Fraga (DEM). O segundo a ser entrevistado será Renan Arruda (PCO), seguido por Júlio Miragaya (PT), Ibaneis Rocha (MDB), Alexandre Guerra (Novo) e Fátima Sousa (PSol).
Nesta terça-feira, Eliana Pedrosa (Pros) abre as entrevistas às 9h. O governador Rodrigo Rollemberg (PSB) vem em seguida, às 10h30. O Metrópoles ainda receberá Antônio Guillen (PSTU), Paulo Chagas (PRP) e Rogério Rosso (PSD).
Dinâmica
A dinâmica do debate funcionará da seguinte forma: primeiro, o candidato fará uso da palavra por um minuto para se apresentar. Em seguida, responderá perguntas elaboradas pelas entidades sindicais patrocinadoras do evento – os questionamentos foram previamente gravados e serão exibidos em um telão. Por fim, os jornalistas indagarão os postulantes ao Buriti. No total, a conversa terá duração de 1 hora e 15 minutos.

O voto representa a voz e a opinião de cada um de nós sobre quais políticas devem ser priorizadas por quem assume a gestão pública nos próximos quatro anos. Façamos deste tão importante momento um marco positivo para toda a sociedade"
Lilian Tahan, diretora de redação
A sabatina foi elaborada pelo time do Metrópoles e contou com a participação de diversas entidades sindicais. O Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde (SindSaúde), Sindicato dos Professores do DF (Sinpro), Central Única dos Trabalhadores (CUT), Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol), Sindicato dos Delegados de Polícia (Sindepo), Sindicato da Categoria dos Peritos Oficiais Criminais (SindiPerícia) e o Sindicato dos Bancários de Brasília preparam perguntas aos candidatos.
Todos os buritizáveis, agora devidamente registrados no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), terão a oportunidade de apresentar propostas e demonstrar o que farão para melhorar as condições de vida na capital do país.
A sabatina do Metrópoles ocorre após o portal realizar o primeiro debate dos buritizáveis no Distrito Federal. Na ocasião, havia apenas sete pré-candidatos ao Palácio do Buriti. O número aumentou mesmo após a desistência de Jofran Frejat (PR).
Cronograma das sabatinas 
20/8 – segunda-feira
9h – Alberto Fraga (DEM)
10h30 – Renan Arruda (PCO)
14h – Júlio Miragaya (PT)
15h30 – Ibaneis Rocha (MDB)
19h – Alexandre Guerra (Novo)
20h30 – Fátima Sousa (PSol)

21/8 – terça-feira
9h – Eliana Pedrosa (Pros)
10h30 – Rodrigo Rollemberg (PSB)
14h – Antônio Guillen (PSTU)
15h30 – Paulo Chagas (PRP)
19h – Rogério Rosso (PSD)


Fonte: Metrópoles